Voltar para Curso

Geografia 9º ano

0% Completo
0/0 Etapas
  1. Panorama Geográfico
    4 Aulas
    |
    4 Exercícios
  2. Europa
    4 Aulas
    |
    5 Exercícios
  3. Ásia
    4 Aulas
    |
    5 Exercícios
  4. Oceania
    2 Aulas
    |
    3 Exercícios
  5. Antártida
    3 Aulas
    |
    4 Exercícios
Módulo 1, Aula 1

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida

Progresso do Módulo
0% Completo
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 1
Figura 1 – Cartografia / Fonte: Própria

A cartografia utiliza vários recursos para representar a superfície esférica da Terra em um plano. Os mapas e as cartas são exemplos desta representação. A cartografia pode ser descrita como a ciência e a arte de produzir mapas.

O maior desafio da cartografia é representar uma superfície esférica em um plano, como a esfera não é planificável esta representação nunca será perfeita. Haverá sempre algumas deformações em relação às distâncias entre os continentes. Desta forma a melhor maneira para representar a Terra é o globo terrestre, por causa de sua forma esférica.

Os mapas nos ajudam a localizar qualquer porção da superfície da Terra, facilitando a nossa orientação no espaço geográfico.

História da Cartografia

Desde a antiguidade o homem começou a registar os locais onde habitava. Isso movido por sua curiosidade e desejo de explorar o território a sua volta.

Nos tempos primitivos estes registros eram feitos em cavernas (pedras), argila, entre outros. Depois disto os mapas passaram a serem desenhados em couro, tecidos, pergaminho e/ou papiro.

O mapa mais antigo que se tem conhecimento foi descoberto na Mesopotâmia, na cidade de Ga-Sur, por volta de 2.500 a.C., trata-se de um esboço rústico em argila.

No período das grandes navegações passou a ser necessário o uso de mapas mais detalhados. O cartógrafo, matemático e geógrafo Gerhard Mercator (1512-1594), é considerado um dos pais da cartografia. O mapa mundi de Mercator foi publicado em 1569 e retrata os paralelos e meridianos em linha reta e formando ângulos de 90° entre si, produzidos em uma projeção cilíndrica.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 2
Figura 2 – Mapa Ga Sur / Fonte: Wikipédia

Na idade contemporânea a partir do século XX, houve avanços na produção dos mapas. A aerofotogrametria contribuiu muito para isso.

Esta técnica se desenvolveu durante as duas Guerras Mundiais e consistia na utilização de uma câmera acoplada em uma aeronave que captura as imagens da superfície terrestre. A técnica da aerofotogrametria foi o inicio para o sensoriamento remoto começar a se desenvolver.

No final do século XX, com o avanço da tecnologia e da modernização das técnicas do sensoriamento remoto, através de sensores em satélites que capturam as imagens. O geoprocessamento também é uma ferramenta utilizada para a elaboração de mapas através de programas que executam tarefas e coletam dados para uma melhor representação gráfica. Um equipamento que faz parte do nosso cotidiano é o GPS (Sistema de Posicionamento Global) é um instrumento que usa esta tecnologia para determinar ou encontrar uma localização e até mesmo descobrir as melhores rotas para chegar a um determinado local.

Portanto, ao longo dos anos o homem vem desenvolvendo meios para uma melhor confecção e precisão de áreas, medidas nos mapas e até mesmo outras informações a partir das imagens coletadas da superfície terrestre.

Projeções Cartográficas

Uma projeção cartográfica envolve conceitos matemáticos e geométricos. Ela é a junção de um conjunto de operações que permitem representar em um plano, por meio de paralelos e meridianos. Mesmo representando de maneira mais precisa e organizada da superfície terrestre o uso das projeções pode causar irregularidades. Pois a Terra quando observada do espaço sideral parece ser uma esfera perfeita, porém ela é levemente achatada nos polos e com uma superfície irregular.

Desta forma cabe ao cartógrafo, geógrafo ou qualquer outro profissional da área avaliar e decidir qual é a projeção mais adequada para o mapa que ele irá construir.

As principais projeções podem ser classificadas como: conformes, equidistantes, equivalestes e afiláticas (arbitrárias). Elas também podem ser agrupadas em três categorias dependendo da figura geométrica utilizada para sua construção: cilíndricas, cônicas e azimutais.

–> Conformes

A projeção conforme é aquela que procura manter os mesmos ângulos das coordenadas geográficas. Conservando assim as formas terrestres, porém apresentam alterações nas áreas representadas. Nas proximidades do Equador é que se verifica uma distorção mínima, e quanto mais próxima dos polos se afastando da linha do Equador a distorção é maior. O tipo de projeção conforme mais conhecido é a de Mercator que abriu novas perspectivas para a cartografia, construindo uma projeção cilíndrica conforme.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 3
Figura 3 – Gerhard Mercartor / Fonte: Wikipédia
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 4
Figura 4 – Projeção de Mercartor / Fonte: Brasil Escola

–> Equidistantes

A projeção equidistante é aquela que mantem as distâncias lineares, ou seja, a representação das distâncias entre as regiões é precisa. Esta projeção foi elaborada pelo astrônomo Guillaume Postel (1510 – 1581), ela é adotada como centro em qualquer ponto do planeta para que seja possível medir a distância entre este ponto e qualquer outro ponto. Apresentam distorções nas áreas e nas formas terrestres. Este tipo de projeção é muito utilizado para definir rotas aéreas ou marítimas.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 5
Figura 5 – Guillaume Postel / Fonte: Wikipédia
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 6
Figura 6 – Projeção de Postel / Fonte: Wikipédia

–> Equivalentes

A projeção equivalente é aquela que mantem as áreas com o mesmo valor da área real às do globo terrestre. Porém apresentam as formas deformadas. Um exemplo desta projeção é a de Peters, elaborada pelo cartógrafo Arno Peters (1916 – 2002).

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 7
Figura 7 – Arno Peters / Fonte: Brasil Escola
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 8
Figura 8 – Projeção de Peters / Fonte: Brasil Escola

–> Afiláticas

A projeção afiláticas é aquela que não respeita nenhuma das propriedades de conformidade, equivalência ou equidistância, ou seja, ela não preserva formas, áreas e nem distâncias. Esta projeção foi elaborada pelo cartógrafo Arthur Robinson na década de 1960. Este tipo de projeção é a mais utilizada em mapas e atlas.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 9
Figura 9 – Arthur Robinson / Fonte: Alchetron.com
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 10
Figura 10 – Projeção de Robinson / Fonte: Brasil Escola

Como já vimos às projeções podem ser agrupadas em três categorias de acordo com a figura geométrica empregada em sua construção:

* Projeções Cilíndricas

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 11
Figura 11 – Projeção Cilíndrica / Fonte: Toda Matéria

Nesta projeção os paralelos e meridianos são projetados sobre um cilindro, que é planificado posteriormente. Nela os meridianos são retos e verticais, e os paralelos retos e horizontais, formando ângulos retos.

* Projeções Cônicas

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 12
Figura 12 – Projeção Cônica / Fonte: Toda Matéria

Nesta projeção o globo terrestre é projetado em um cone, que depois é planificado. Nela as paralelas são círculos que tem o mesmo centro e os meridianos são radiais pois surgem de um mesmo ponto.

* Projeções Azimutais

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 13
Figura 13 – Projeção Azimutal / Fonte: Toda Matéria

Nesta projeção a elaboração é feita sobre um plano tangente de qualquer ponto da superfície terrestre, o qual ocupa o centro da projeção. Desta forma podemos considerar três modalidades de projeções azimutais: projeção azimutal polar (ponto central sendo um polo); projeção azimutal equatorial (ponto central sendo no Equador); projeção azimutal oblíqua (ponto intermediário entre o equador e o polo).

A Leitura de Mapas

Como já vimos a cartografia utiliza vários instrumentos para representar a forma esférica da Terra e uma superfície plana. Assim temos como principais os mapas e as cartas.

No Brasil, há distinção entre as cartas e os mapas que se baseiam na diferença das escalas.

As cartas são confeccionadas em escalas maiores, elas são mais precisas e com muito mais detalhes. Os mapas são elaborados em escalas pequenas e contem representações mais generalizadas.

MAPA

CARTA

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 14
Figura 14 – Mapa / Fonte: Tudo Estudo
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 15
Figura 15 – Carta / Fonte: Tudo Estudo

Assim, de acordo com o objetivo com que os  mapas e as cartas são elaboradas, podem ser classificadas como: gerais, temáticas, espaciais, mapas de cartas topográficos, mapas ou cartas geográficas e as plantas.

  1. Gerais, possuem dados com vários temas: divisão, política, principais cidades, montanhas, rios, etc.
  2. Temáticas, possuem um determinado aspecto da geografia como: clima, demografia, economia, etc.
  3. Especiais, possuem dados bastante específicos de uma determinada área de estudo como: meteorologistas, geógrafos, geólogos, etc.
  4. Mapas ou Cartas Topográficas, possuem escalas que podem variar de 1 : 25.000 a 1 : 250.000.
  5. Mapas ou Cartas Geográficas, possuem escalas que podem varias de 1 : 500.000 a 1 : 1.000.000.
  6. Plantas, possuem escalas que podem variar de 1 : 500 a 1 : 10.000.

Para representar a superfície da Terra os cartógrafos têm uma linguagem própria (a linguagem cartográfica).

Através dos mapas podemos observar várias informações, bem como o significado dos símbolos que são utilizados (legendas), e elementos como a orientação, geralmente uma rosa-dos-ventos ou uma seta indicando onde está o norte nos mapas. Quando não há indicação sabemos que o norte está na parte superior do mapa.

Podemos observar também as escalas no mapa, diretamente ligadas entre o tamanho real da superfície terrestre e a sua representação no mapa. As escalas podem ser numéricas e gráficas.

–> Escalas Numéricas

É definida por uma fração, onde o numerador representa a distância no mapa e o denominador representa a distância na superfície real. Uma escala 1 : 100.000, lê-se “escala um por cem mil”, o que quer dizer que a superfície representada foi reduzida 100 mil vezes. Assim neste exemplo temos, 1 cm no mapa que equivale a 100.000 cm = 1 k, na realidade.

Para podermos descobrir a distância real entre dois pontos em um mapa utilizamos uma régua para medir a distância que existe entre dois pontos. Depois multiplicamos essa distância, em centímetros, pelo denominador da escala e convertemos em metros ou quilômetros. Como por exemplo, um mapa cuja escala é 1 : 100.000, e a distância em linha reta entre duas cidades é de 15 cm. Qual será a distância real entre as duas cidades?

Calculamos assim; 15 x 100.000 = 1.500.000 cm = 15.000 m = 15 Km

–> Escalas Gráficas

É uma linha reta graduada, indicando a relação entre as distâncias representadas no mapa.

Como por exemplo: 1 cm = 100 Km

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 16
Figura 16 – Escala Gráfica / Fonte: Própria

Convenção Cartográfica

São símbolos, cores e figuras que aparecem no mapa onde podemos interpretar as informações ali contidas. Os significados destes símbolos podem ser encontrados na legenda do mapa.

Este conjunto de sinais é estabelecido por meio de convenções universais. Desta forma um mapa pode ser compreendido independente do país em que ele foi produzido.

Por exemplo, a cor azul indica a presença de água (mares, rios, lagos, oceanos, etc), os aeroportos (desenho de avião).

Segue abaixo alguns exemplos:

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 17
Figura 17 – Exemplo 1 Convenção Cartográfica / Fonte: Atlas Escola
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 18
Figura 18 – Exemplo 2 Convenção Cartográfica / Fonte: Atlas Escola
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 19
Figura 19 – Exemplo 3 Convenção Cartográfica / Fonte: Brainly

Continentes

Continente é uma grande porção de terra cercada por água. Estas terras emersas são divididas e seis continentes, esta divisão criada pelos seres humanos leva em conta aspectos históricos, econômicos, culturais e políticos. Assim é chamada de divisão política.

São estes os seis continentes: África, América, Antártida, Ásia, Europa e Oceania.

Observe o mapa:

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 20
Figura 20 – Mapa Mundi Continentes / Fonte: Wikipédia

Nesta tabela podemos verificar os continentes em números:

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 21
Figura 21 – Tabela Continentes / Fonte: Própria

Observem que na Antártida não há dados relacionados à população e número de países. Isso ocorre porque lá há somente bases cientificas de países. A ocupação e a exploração econômica estão proibidas até 2.048, em razão do Tratado Antártico. O clima rigoroso não favorece a ocupação humana.

África

Como já vimos o continente africano é o que possui o maior número de países. Apesar de alguns destes países estarem em lados opostos do continente, Serra Leoa, Somália e Etiópia respectivamente, enfrentam problemas como a fome e doenças atingindo a maior parte da população.

Embora o contexto de alguns países em relação à pobreza existe algumas regiões mais prósperas na África, abundante em recursos naturais, como o ouro, diamante, minério de ferro, petróleo e gás natural. Poucos países como o Egito e a África do Sul são industrializados. Apesar de alguns países apresentarem um padrão de vida razoável, não existe nenhum país desenvolvido na África.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 22
Figura 22 – África Político / Fonte: Cola da Web

O continente africano possui uma grande variedade de paisagens naturais ao longo do seu território. A Floresta do Congo, o deserto do Saara e as Savanas com uma fauna exuberante. Na Savana muitos destes animais como: rinoceronte e elefante chegaram perto da extinção, por causa da caça praticada por muitos anos. Atualmente a caça é proibida em quase toda África, sendo permitido somente fotografias e filmagens dos animais.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 23
Figura 23 – Principais Ambientes Naturais – África / Fonte: Geoensino
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 24
Figura 24 – Rio Lukenie – Congo / Fonte: Wikipédia
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 25
Figura 25 – Parque Nacional de Salonga – Congo / Fonte: Wikipédia
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 26
Figura 26 – Deserto do Saara / Fonte: Fandom
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 27
Figura 27 – Deserto do Saara / Fonte: Escola Educação
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 28
Figura 28 – Savana / Fonte: Cultura Mix
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 29
Figura 29 – Poente na Savana / Fonte: Epoch Times

América

A América é o segundo maior continente em extensão territorial. Sua área compreende os dois extremos norte e sul, totalmente no hemisfério ocidental.

O continente americano também é dividido em América do Norte, América Central e América do Sul.

Os Estados Unidos e o Canadá se diferem dos outros países do continente, pois possuem grande industrialização e a agricultura é altamente produtiva e mecanizada. Os dois países do continente também oferecem ótima qualidade de vida para a maior parte da população.

Os demais países da América não são semelhantes em relação à qualidade de vida e a economia, e apresentam grande desigualdade social. Alguns países possuem um parque industrial expressivo e diversidade na agropecuária, como o Brasil, México, Argentina e o Chile.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 30
Figura 30 – Mapa Continente Americano / Fonte: Escola Kids

A América possui grande diversidade nas suas paisagens naturais por sua área se estender do extremo norte ao extremo sul. Como o deserto do Atacama, a Floresta Amazônica com grande biodiversidade na fauna e na flora e o Alasca com suas enormes geleiras.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 31
Figura 31 – Deserto do Atacama / Fonte: Seguros Promo
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 32
Figura 32 – Floresta Amazônica / Fonte: Toda Matéria
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 33
Figura 33 – Alasca / Fonte: GeoConceicao

Antártida

A Antártida é o terceiro menor continente. Rodeando o Pólo Sul tem sua área quase toda coberta por geleiras.

É também o continente mais seco e mais frio.

Por possuir um clima muito rigoroso este continente não tem população fixa, as pessoas que lá estão são cientistas, seus familiares e os turistas que visitam o continente, o fazem no verão. Juridicamente a Antártida está sujeita ao Tratado da Antártida (ou Tratado Antártico), assinado em 1º de dezembro de 1959 em Washington, onde os países que desenvolvem atividades na Antártida se comprometem a manter aquele espaço para fins de pesquisa e garantir sua preservação, além de não permitir que se torne um objeto de desavença internacional. Este tratado no ano de 1991, através de uma reunião internacional foi prorrogado por mais 50 anos, garantindo que este continente seja um local amigável e de toda a humanidade para estudos científicos.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 34
Figura 34 – Mapa Antártida / Fonte: Marinha do Brasil

A Antártida é o lar de alguns animais, tais como, a orca (baleia), o pinguim, a foca e o krill.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 35
Figura 35 – Antártida / Fonte: Marinha do Brasil
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 36
Figura 36 – Estação Brasileira na Antártida / Fonte: Marinha do Brasil
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 37
Figura 37 – Pinguins / Fonte: Marinha do Brasil
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 38
Figura 38 – Orca / Fonte: Marinha do Brasil
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 39
Figura 39 – Foca-Leopardo / Fonte: Marinha do Brasil
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 40
Figura 40 – Krill / Fonte: Mar Sem Fim

Ásia

A Ásia é o maior continente tanto em extensão territorial quanto em população. Neste continente estão presentes os dois países mais populosos do mundo, a China e a Índia.

A economia deste continente é bastante diversificada, alguns países como a Coréia do Sul e o Japão são em sua grande parte desenvolvidos industrialmente, mas a maioria dos países é pobre, com graves problemas sociais, como a Índia, Paquistão e Bangladesh.

É neste continente que se localiza o Oriente Médio, os países do Oriente Médio detêm cerca de 50% das reservas de petróleo do mundo e abriga diferentes povos em etnias e religiões. Juntando com a carência de água a esta região temos as características que tornam o Oriente Médio um foco de tensões e conflitos.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 41
Figura 41 – Mapa Ásia / Fonte: Tudo Estudo

O relevo da Ásia possui todas as formas existentes. Várias cadeias montanhosas com destaque para a Cordilheira do Himalaia, com os pontos mais altos do mundo. Existem algumas zonas de planícies com boas condições de solo para agricultura. Os montes Urais, as montanhas na região do Cáucaso, o mar do Cáspio, separam naturalmente a Europa da Ásia. Na parte leste e sudeste do continente há terremotos e vulcões devido à localização da placa tectônica Euroasiática.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 42
Figura 42 – Cordilheira do Himalaia / Fonte: Wikipédia
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 43
Figura 43 – Montes Urais / Fonte: Wikipédia
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 44
Figura 44 – Região do Cáucaso / Fonte: MRI
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 45
Figura 45 – Mapa Mar Cáspio / Fonte: Toda Matéria
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 46
Figura 46 – Placa Tectônica Euroasiática / Fonte: Brasil Escola

Europa

O continente europeu é de grande importância na história mundial, pois colonizou a maioria dos países da América, África e parte da Ásia. Isso se deu no período das grandes navegações, influenciando com seus valores, língua e modo de vida as terras que ocupavam.

A grande maioria dos países da Europa apresenta grande desenvolvimento econômico e boa qualidade de vida para a maior parte de sua população. Existem problemas sociais no continente, como conflitos entre povos com cultura, etnia e religião diferentes.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 47
Figura 47 – Mapa Continente Europeu / Fonte: Geografando

A Europa possui um bloco econômico, União Europeia, formada por 28 de seus países. Alguns destes países adotaram uma única moeda, o euro, assim as pessoas podem circular livremente entre Alemanha e França usando a mesma moeda, por exemplo. Isso por não existirem barreiras de comércio e circulação de pessoas nesses países.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 48
Figura 48 – União Europeia / Fonte: Guia do Estudante

Oceania

A Oceania é um continente composto por vários grupos de ilhas do Oceano Pacífico (Polinésia, Melanésia e Micronésia).

A Austrália e a Nova Zelândia são os dois países mais desenvolvidos e com boa qualidade de vida em relação aos demais países, que são considerados pobres baseando sua economia, na pesca, agricultura e o turismo.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 49
Figura 49 – Mapa Continente Oceania / Fonte: Toda Matéria

Os habitantes da Austrália chegaram por volta de 48.000 e 42.000 anos atrás, possivelmente com a migração de pessoas por pontes de terra e por cruzar o mar de curta distância, local que atualmente é o sudeste da Ásia.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 50
Figura 50 – Mapa Demarcação Oceania / Fonte: Educalingo

Os Oceanos

O oceano pode ser definido como uma enorme massa de água salgada que cobre a maior parte da superfície terrestre, banhando e separando todos os continentes.

Esta grande massa de água é fonte de recursos para humanidade. Desta forma para atender às necessidades e os interesses humanos ela foi dividida em cinco partes (os cinco oceanos). O oceano Atlântico, o oceano Glacial Ártico, o oceano Índico, o oceano Pacífico e o Oceano Glacial Antártico.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 51
Figura 51 – Mapa Oceanos / Fonte: Infoescola

–> Oceano Atlântico

É dividido em Atlântico Norte e Atlântico Sul, e está localizado entre a América, Europa e a África. Ele é considerado o mais importante dos oceanos para a economia mundial, por existir um grande fluxo de navegação e de comunicação principalmente entre a Europa e a América.

–> Oceano Glacial Ártico

Banha o norte da Ásia, América e Europa, suas águas tem temperatura muito baixa, estando congelado durante muitos meses do ano, possuindo grandes icebergs que dificultam a navegação.

–> Oceano Índico

Tem a maior parte de suas águas no hemisfério Sul, e fica entre a África, Ásia e Oceania.

–> Oceano Pacífico

É o mais extenso e o mais profundo dos oceanos. Ele banha a Ásia, América e Oceania. Sua maior profundidade ocorre nas proximidades das Ilhas da Micronésia, com aproximadamente 11.500 metros na Fossa das Marianas.

–> Oceano Glacial Antártico

Também chamado de Oceano Austral, banha todo continente da Antártida. Sendo este composto pela junção das águas dos oceanos Pacífico, Índico e Atlântico. Esta junção das águas dos três oceanos mais o oceano Austral se dá em uma faixa de convergência denominada: Convergência Antártica.

Os Mares

Os mares podem ser definidos como massas de água salgada que se localizam próximo aos continentes ou em seu interior.

Eles possuem menor profundidade que os oceanos, além de maior variação na temperatura, transparência das águas e de salinidade (quantidade de sal).

Os mares podem ser classificados em mar fechado, mar interior e mar aberto.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 52
Figura 52 – Tipos de Mares / Fonte: Geografando

–> Mar Fechado

Também conhecido por mar isolado, é aquele que não apresenta nenhuma comunicação com um oceano ou outro mar. O mar morto se localiza no Oriente Médio e possui alta concentração de salinidade impedindo que qualquer peixe consiga viver nele, há apenas alguns tipos de algas e arqueobactérias.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 53
Figura 53 – Mapa Mar Morto / Fonte: Toda Matéria
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 54
Figura 54 – Mar Morto / Fonte: Toda Matéria

–> Mar Interior

Também conhecido como mar continental, é aquele que se liga ao oceano por meio de estreitos e canais. O Mar mediterrâneo que se comunica com o Oceano Atlântico através do estreito de Gibraltar e o Mar Negro que se comunica Mar Mediterrâneo através dos estreitos de Bósforo são exemplos de mar interior.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 55
Figura 55 – Estreito de Gibraltar / Fonte: FazComex
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 56
Figura 56 – Estreito do Bósforo / Fonte: Summaria

–> Mar Aberto

Também conhecido como mar costeiro, é aquele que se liga com o oceano diretamente, ou seja, por largas passagens. O mar do Norte (Europa) e o mar da China (Ásia) são exemplos de mar aberto.

Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 57
Figura 57 – Mar do Norte / Fonte: Britannica Escola
Cartografia: continentes, oceanos e mares. Ênfase na Europa, Ásia, Oceania e Antártida 58
Figura 58 – Mar da China / Fonte: Nova Cultura

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 66 = 70

suporte

Suporte

Quer conhecer os cursos por dentro?

Experimente grátis

Você será encaminhado para a página dos cursos.

Baixe materiais gratuitos

Leve seu ensino ou aprendizado para o próximo nível com listas de exercícios e PDFs exclusivos.

Lead Geral